Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Após apoiar PCdoB, Lula pede votos ao PT no CE

14 Out 2004 - 10h23
O Palácio do Planalto finalmente se rendeu ao fenômeno petista nas eleições municipais, a candidata à Prefeitura de Fortaleza Luizianne Lins. Nos próximos dias, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá, pela primeira vez desde o início da campanha, gravar participação no programa eleitoral da petista, que disputa o segundo turno contra o deputado federal Moroni Torgan (PFL).

A gravação deve ocorrer durante encontro de Lula com Luizianne, que depende do acerto de agendas entre o cerimonial do Planalto e a coordenação da campanha da petista. O presidente estuda participar de um evento da campanha de Luizianne, entre os dias 20 e 22, quando irá ao Ceará inaugurar o açude Castanhão.

A entrada de Lula está sendo intermediada por um dos coordenadores da campanha da petista, o deputado João Alfredo (PT-CE) que, no início da semana, recebeu telefonema de um emissário do Planalto interessado em articular uma aproximação, depois de meses de ataques recíprocos entre a cúpula do PT e a candidata. Ontem, o PCdoB de Fortaleza, do candidato derrotado Inácio Arruda, manifestou em nota seu apoio oficial à candidatura do PT.

"Estamos muito satisfeitos com o apoio. Sobretudo agora que pesquisas internas nos colocam à frente na disputa. A tendência é crescer ainda mais", comemorou João Alfredo.

O primeiro sinal de bandeira branca foi dado na última semana, quando a Executiva Nacional do PT, reunida com a candidata em São Paulo, escolheu três dirigentes do partido para acompanhar as eleições em Fortaleza: o segundo vice-presidente nacional, Romênio Pereira, o secretário-geral, Sílvio Pereira, e o secretário de Formação Política, Joaquim Soriano.

Embora ainda haja resistência do núcleo da campanha de Luizianne a nomes como o do presidente nacional do PT José Genoino e o do ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, a participação de Lula é considerada fundamental para o triunfo em Fortaleza.

Hoje, a candidatura da petista recebe mais um reforço. Pela manhã, desembarca no Ceará uma comitiva feminina composta por cinco parlamentares: as senadoras Serys Slhessarenko (PT-MT) e Patrícia Saboya (PPS-CE), e as deputadas Maria José Maninha (PT-DF), Iara Bernardi (PT-SP) e Luci Choinacki (PT-SC).

A idéia do partido é criar vários fatos políticos na cidade, dividindo os parlamentares em grupos temáticos que se revezarão até o segundo turno. Amanhã será a vez do grupo da Educação, liderado pelo deputado Chico Alencar (PT-RJ). Na próxima terça, parlamentares evangélicos reforçarão o palanque petista, à frente o deputado Walter Pinheiro (PT-BA). Está marcado um café da manhã com lideranças evangélicas da capital.

Luizianne foi boicotada pela cúpula do PT nacional desde que saiu como candidata por decisão do diretório municipal do partido, contrariando determinação do diretório nacional que havia decidido pelo apoio a Inácio Arruda (PC do B). Genoino chegou a classificar a candidatura de Luizianne de "aventureira", sugerindo para que desistisse no primeiro turno.

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo