Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Apae pede colaboração e fará campanha de arrecadação

21 Set 2004 - 08h28

A Apae (Associação de Pais e Amigos dos Portadores de Necessidades Especiais) de Deodápolis, estará realizando uma vasta campanha com o objetivo de angariar recursos para poder manter os trabalhos que vem sendo prestados pela entidade filantrópica no município.

         Antônio Carlos Ferreira do Amaral, presidente da Apae afirma que “os atendimentos são essenciais para o desenvolvimento da Pessoa Deficiente, porém, tem um custo elevado”, disse Antônio Carlos, ressaltando ainda que, “a Associação presta este serviço graças à realização de campanhas de arrecadação e as doações”, disse.

A campanha que será realizada pela Apae de Deodápolis a partir do mês de outubro, visa a sustentação da entidade. O compromisso social sustentado pela Apae, na sua maioria tem como foco a inclusão social e educacional para as Pessoas com Deficiência Mental, associada ou não a outras deficiências. Portanto, a campanha que será realizada pelos membros da Associação, denomina-se ‘Apae Energia’, ou seja, o usuário de energia elétrica autoriza o débito mensal em sua conta de energia elétrica, sendo este valor a partir de R$ 1, até o montante que o usuário da Enersul autorizar. “Contamos com o empenho de todos nesta luta e conclamamos que participem desta corrente de força e solidariedade cristã”, disse o presidente da Apae.

                  Atendimento e Manutenção

         A Apae de Deodápolis atende na Educação, oferecendo educação infantil, ensino fundamental, educação profissional, esporte, lazer, artes e cultura, alimentação, inclusão social e educacional. No setor de Saúde a entidade participa com profissionais em psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia e terapia ocupacional. Com respeito à Prevenção, oferece coordenação do teste do pezinho e intervenção precoce ambulatorial. Na área de Assistência Social a Apae trabalha ainda com o acompanhamento às famílias e encaminhamentos a médicos especializados.

         Os convênios que o governo federal mantinha com as Apaes foram cortados, e desta forma, as Apaes sobrevivem com os eventos promocionais e doações, contando com as parcerias das prefeituras e estados, bem como de outras entidades filantrópicas e clubes de serviços.

         No caso da Apae de Deodápolis, o prédio é cedido pelo Lions Clube, os professores são cedidos pela Secretaria de Estado de Educação, e os demais profissionais e funcionários são cedidos pela prefeitura. A manutenção com alimentação, pagamento de tarifas e taxas, manutenção da edificação e de dois veículos Kombi, gastos com combustíveis, atendimentos diversos e funcionários, são todos de responsabilidade da Apae.

         Participe da campanha ‘Apae Energia’. Para participar basta autorizar o débito mensal em sua conta de energia elétrica, a partir de R$ 1. Após receber essas doações, a Enersul repassará os recursos arrecadados à agência do Banco do Brasil, em conta-corrente específica da Apae de Deodápolis. Obtenha melhores informações ligando para o telefone: 448 – 1081, ou dirija-se diretamente à sede da Apae, Rua Saldanha Derzi, s/n.

         “O amor, a fé, a esperança, a caridade e a solidariedade são as maiores forças do universo”. Apae Energia – Nossa energia é você. Ligue-se a nós.

 

 

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação