Menu
SADER_FULL
domingo, 21 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Anvisa proíbe expressão "mata tudo" em embalagens

8 Jul 2004 - 15h47
A partir de março de 2005, não serão mais vendidos inseticidas que tenham em suas embalagens a expressão "mata-tudo". A Anvisa e a Associação Brasileira de Aerossóis e Saneantes (Abas) acordaram que a produção dessas embalagens será extinta em setembro de 2004 e a comercialização em março do próximo ano.

A expressão muito utilizada como nome comercial dos inseticidas pode passar uma falsa expectativa ao consumidor de que o produto vai combater além de baratas, mosquitos e outros insetos, animais que também são comuns em residências, como aranhas e escorpiões. Para evitar esse tipo de confusão, o nome "mata-tudo" será banido do mercado brasileiro.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'