Menu
PASSARELA
segunda, 25 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Anvisa proíbe expressão "mata tudo" em embalagens

8 Jul 2004 - 15h47
A partir de março de 2005, não serão mais vendidos inseticidas que tenham em suas embalagens a expressão "mata-tudo". A Anvisa e a Associação Brasileira de Aerossóis e Saneantes (Abas) acordaram que a produção dessas embalagens será extinta em setembro de 2004 e a comercialização em março do próximo ano.

A expressão muito utilizada como nome comercial dos inseticidas pode passar uma falsa expectativa ao consumidor de que o produto vai combater além de baratas, mosquitos e outros insetos, animais que também são comuns em residências, como aranhas e escorpiões. Para evitar esse tipo de confusão, o nome "mata-tudo" será banido do mercado brasileiro.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REVOLTANTE
O Brasil que escreve sua história com sangue de crianças
FINAL
Saiba qual será o final surpreendente de Apocalipse na Record
ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo