Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 15 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Anvisa fecha farmácias que venderiam Viagra falso

20 Mar 2007 - 08h10

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou duas farmácias em João Pessoa (PB) por suspeita de estarem comercializando Viagra falsificado. Na tarde de segunda-feira, os fiscais apreenderam 11 caixas de Viagra e remédios para impotência sexual Levitra, Cialis e Vigomed supostamente falsos. Os estabelecimentos foram fechados durante uma operação conjunta da Anvisa, Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), Vigilância Sanitária do Município e Receita Federal.

As duas farmácias, localizadas no centro e no bairro de Manaíra, foram interditadas inicialmente pelo período de 90 dias. Durante esse prazo, a Anvisa vai realizar exames em laboratório no medicamento apreendido para comprovar se houve falsificação do medicamento.

A chefe da Vigilância Sanitária do Município, Jailma Porto, explicou que a Anvisa havia comunicado desde o ano passado que um lote falso do Viagra estaria sendo vendido nas farmácias do País. Denúncias feitas ao órgão municipal apontavam que os dois estabelecimentos comercializavam o produto irregular.

"Quando chegamos aqui perguntamos se havia lotes de Viagra e a resposta dos funcionários foi que não", relatou ela, acrescentando que os fiscais pediram para verificar o cofre das farmácias e encontraram algumas caixas de Viagra e de outros medicamentos para impotência sexual.

Um teste foi realizado na fita reativa (uma tarja laranja existente nas caixas dos remédios que permite averiguar o selo do fabricante). No material apreendido nas farmácias apenas um selo cinza apareceu quando as fitas foram raspadas.

O gerente da farmácia e a farmacêutica de plantão foram levados para a Delegacia de Crimes Contra a Ordem Econômica, onde prestaram depoimento. Eles disseram que os remédios estavam no cofre por questão de segurança, já que são os mais visados por assaltantes.

Segundo o advogado da rede de farmácias à qual pertenciam os estebelecimentos fechados, Walter Agra, a medicação aprendida possui notas fiscais e que vão ser apresentadas aos órgãos responsáveis pela apreensão do medicamento. Ele justificou que a matriz da rede de farmácias fica na cidade de Campina Grande e que a documentação será trazida de lá.

Agra acrescentou que a alegação de que o Viagra e os outros medicamentos para impotência sexual são falsos não pode ser comprovada porque para isso é preciso um laudo técnico.

 

 

Terra Redação

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal