Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Anvisa determina apreensão de medicamento sem registro

28 Ago 2004 - 10h08
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a apreensão do medicamento Solução Antimiódica, fabricado pela empresa Fuzan do Brasil Ltda. O produto não possui registro, portanto, sua eficácia e qualidade não são garantidas. A solução estava sendo vendida para tratamento de micose.

Interdição – O lote nº 0803 do álcool etílico Hidralcol, produzido pela indústria Archote Indústria Química Ltda e usado como desinfectante hospitalar, está interditado cauterlarmente. A medida da agência foi baseada em análise do Laboratório Central do Paraná, que constatou graduação alcoólica abaixo do especificado e problemas na rotulagem dos produtos.

O medicamento da empresa Fuzan deve ser recolhido imediatamente do mercado e o lote do Hidralcol está interditado por 90 dias, período em que não poderá ser vendido nem consumido. Os estabelecimentos que descumprirem as determinações estarão sujeitos às penalidades previstas na Lei nº 6.437/77, como notificação, autuação e multas que variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. Cabe às vigilâncias locais a fiscalização do cumprimento das resoluções.
 
Agência Saúde

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher
MAIS UM ACIDENTE FATAL
Vítimas de acidente na tarde de ontem, domingo eram pai e filha
FINANCIMENTO OU EMPRÉSTIMO
Entenda como fazer um financiamento ou empréstimo pessoal
ELEIÇÕES 2018 - NO HOSPITAL
"Haddad eleito daria indulto a Lula", diz Bolsonaro