Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 13 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Anticoncepcional com desconto exige receita

29 Mai 2007 - 17h31

Para ter acesso aos anticoncepcionais que serão vendidos com desconto em farmácias e drogarias credenciadas no programa Farmácia Popular, do governo federal, é necessário ter uma receita médica e apresentar o CPF da paciente que vai usar o medicamento, segundo o Ministério da Saúde. Serão aceitas as receitas emitidas por médicos da rede pública e de consultórios particulares.

 

O desconto nos anticoncepcionais foi anunciado na segunda-feira (28) pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Segundo ele, o governo vai oferecer cartelas de pílulas a um preço entre R$ 0,30 e R$ 0,40 nos estabelecimentos credenciados. Estão na relação de medicamentos, anticoncepcionais injetáveis (dose mensal), pílula monofásica de baixa dosagem e mini-pílula para uso na lactação.

  

 

 Contra-indicação

A ginecologista Ceci Mendes Carvalho Lopes, do setor de planejamento familiar do Hospital das Clínicas de São Paulo, diz que, antes de começar a usar contraceptivos, a mulher deve consultar um médico. "Há pessoas que não podem usar anticoncepcionais, como aquelas que têm diabetes descompensada, estão com a pressão alta, têm problemas de coagulação sangüínea, lúpus e outras doenças", afirma. "Só uma avaliação médica pode responder se a mulher tem condições de tomar os contraceptivos."

 

 Como usar

Segundo Ceci, as pílulas monofásicas e as mini-pílulas são vendidas em cartelas e devem ser ingeridas uma vez por dia. Os anticoncepcionais injetáveis têm ação semelhante à pílula. A diferença é que a paciente deve tomar uma injeção uma vez por mês para que a ovulação seja bloqueada.

 

 Outros tratamentos

Além de atuar na prevenção da gravidez, os anticoncepcionais também são usados no tratamento da tensão pré-menstrual (conhecida como TPM), de cólicas e em alguns casos de cistos no ovário. "O contraceptivo pode amenizar sintomas da TPM e a cólica", comenta a ginecologista. "Já o tratamento para cistos é mais complexo. Uma análise médica pode indicar o medicamento necessário para cada caso."

 

 Dosagem de hormônios

Ceci lembra que, quando as pílulas foram lançadas, a dosagem de hormônios era mais alta. Por isso, os efeitos colaterais (como enjôo e mal-estar) eram mais fortes. "Hoje existem pílulas com a dosagem duas vezes mais baixa", afirma.

 

 Onde comprar

Os contraceptivos com desconto devem ser oferecidos em 3,5 mil pontos de venda. A meta, segundo o ministro, é elevar até o fim do ano para 10 mil os locais de comercialização. Além do desconto, o governo vai manter a oferta gratuita de pílulas anticoncepcionais em postos de saúde públicos.

 

O Ministério da Saúde informa que, para saber a localização das farmácias credenciadas no programa Farmácia Popular, é necessário acessar o site do órgão (clique aqui).

  

 Planejamento familiar

O desconto nos preços dos anticoncepcionais faz parte de uma campanha educativa de planejamento familiar, que deve custar R$ 100 milhões ao governo. O programa também pretende envolver os homens no planejamento. A cirurgia de vasectomia será incluída na Política Nacional de Procedimentos Cirúrgicos Eletivos, criada em 2004 para reduzir a fila de pacientes que querem passar por procedimentos como cirurgia de catarata, hérnia e varizes.

 
Para o presidente Lula, a idéia é dar condições à população mais pobre de planejar quando e quantos filhos pretendem ter. "Garantir acesso para evitar gravidez e garantir acesso ao homem a fazer vasectomia na rede pública é, no mínimo, além de bom senso, uma coisa razoável", afirmou. 
 

 Mais informações

Para tirar dúvidas sobre o programa de planejamento familiar, basta ligar para 0800-611997 ou procurar um posto de saúde da rede pública.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP