Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ansioso, Webber diz que vai aprender na Williams

21 Set 2004 - 10h17

O australiano Mark Webber declarou que está ansioso pela próxima temporada da Fórmula 1, em que defenderá a Williams. Webber, que deixará a Jaguar no fim do ano, elogiou o seu futuro companheiro de equipe, o inglês Jenson Button, a quem considera um dos melhores pilotos da categoria.

"Jenson Button será apenas mais um companheiro de equipe, mas ele é o parceiro ideal para mim, um piloto rápido como eu. Não gostaria de pilotar na Fórmula 1 sem competir contra os melhores caras. É claro que será muito especial guiar para uma equipe como a Williams e terei muito o que aprender", disse Webber.

Webber declarou ainda que não achou correta a demissão do brasileiro Antonio Pizzonia, seu ex-companheiro na Jaguar, na metade da temporada de 2003. Mesmo assim, o australiano criticou o desempenho de Pizzonia no último Mundial.

"No ano passado, Pizzonia teve uma temporada ruim. Sabemos que ele pode ser rápido, mas antes ele não era e isso não era problema meu. Eu apenas me concentro no meu trabalho. Mas não foi o ideal demiti-lo no meio da temporada", encerrou.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos