Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 17 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Anestesia de brasileiros dispensa agulha

26 Abr 2007 - 15h17

Você tem medo de agulhas? Prefere a dor de dente a ter que pensar em tomar uma anestesia na boca? E na hora de uma pequena cirurgia ou de tomar pontos? O nervoso da picada é pior que o do procedimento? Pois pesquisadores gaúchos prometem que, em breve, isso pode ser coisa do passado. Aliando a nanotecnologia à medicina, eles afirmam ter criado um creme anestésico seguro que dispensa o uso de agulhas. A comprovação virá nos testes em seres humanos, previstos para começarem daqui dois meses.

A novidade é fruto de outra novidade. As pesquisas foram feitas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mas o remédio é da companhia Incrementha, uma parceria entre dois laboratórios farmacêuticos, a Biolab e a Eurofarma, que foi lançada nesta quarta-feira (25) junto com o medicamento.

De acordo com o diretor da Incrementha, Dante Alário, da UFRGS, o anestésico criado pelo grupo é especial por controlar o tamanho das partículas do remédio, o que permite que ele funcione sobre a pele, mas não penetre na corrente sangüínea. Segundo o médico, é a primeira vez no mundo que a nanotecnologia é usada no desenvolvimento de um remédio com sucesso.

“Nos desenvolvemos o medicamento com partículas do tamanho exato para que elas atuem topicamente, mas sejam barradas e não entrem nos vasos sangüíneos”, afirmou Alário ao G1. Isso é especialmente importante porque um anestésico que caia na corrente sangüínea pode ter graves conseqüências. “Há casos de anestesias usadas em grande quantidade, que caíram no sangue e levaram o paciente à morte”, diz ele.

 

Segundo Alário, o medicamento acaba de ser aprovados nos testes em animais. Por volta do final de junho, os médicos esperam iniciar os testes em seres humanos, divididos em três etapas.

 

Segundo ele, se tudo correr como previsto, o medicamento deve chegar ao mercado no final de 2008. O preço de fábrica, segundo estimativas do próprio diretor, deve ficar em torno de R$ 20 a bisnaga de 20g.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto
IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo