Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 21 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

André recebe Tetila e discute questões de saúde em Dourados

9 Jul 2007 - 11h19

O prefeito de Dourados, Laerte Tetila (PT), e o secretário municipal de Saúde, João Paulo Esteves, se reúnem hoje com o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), para mais uma rodada de negociação sobre os valores da contratualização com o Hospital Evangélico (HE). Também estarão presentes na reunião, diretores do hospital.

Há meses, a administração municipal vem tentando negociar com a instituição hospitalar para garantir o atendimento aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) de Dourados e região. O fato é que, segundo o secretário de Saúde, há um sub-financiamento da Atenção Hospitalar da rede pública de Saúde e por isso o município enfrenta essa situação hoje em dia.

“O problema não pode ser atribuído ao município, mas sim à tabela nacional do SUS que está defasada há anos. A gestão municipal sempre honrou com recursos próprios para o atendimento aos usuários do SUS no HE e quando assumiu a administração, por exemplo, garantiu o pagamento de um grande número de AIHs. A Prefeitura continua atenta e solidária às dificuldades do hospital e encaminhando soluções com seus efetivos parceiros”, enfatizou João Paulo.

O secretário lembrou que o que não há, de fato, é o dinheiro necessário para cobrir a defasagem da tabela nacional do SUS e fala que isso só será possível com o aporte financeiro maior dado pelo Governo do Estado. João Paulo disse ainda que o município tem por obrigação aplicar 15% do seu orçamento em Saúde e que, só este ano, já está aplicando 20% de seus recursos no setor, comprometendo todas as alternativas de aplicação de verbas em Saúde.

“A ajuda dada ao HE e, conseqüentemente, à população de Dourados e região é viabilizar recursos para ampliar os valores que já foram propostos no contrato com o hospital, que está em mais de R$ 300 mil/mês. A dificuldade existe e é por falta de recursos, mas jamais faltou determinação da administração municipal de construir uma relação solidária e de responsabilidade para viabilizar o atendimento no HE para a população”, frisou João Paulo.

Ele destacou ainda que a gestão municipal reconhece os serviços prestados pelo hospital ao longo desses 50 anos. “E esperamos que haja êxito nas negociações na próxima segunda-feira, junto ao governador”.

 

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura