MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 14 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
DELPHOS_FULL
6 de Outubro de 2004 13h21

ANABB destaca apoio de João Grandão a greve dos bancários

O presidente da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), Valmir Camilo, fez um agradecimento ontem ao deputado Federal João Grandão (PT-MS) pelo discurso feito na tarde de terça-feira na Câmara dos Deputados “em defesa dos bancários e contra a ganância dos banqueiros”.

Segundo Valmir Camilo “a categoria, certamente, precisa de apoio público e político, além do reconhecimento para a luta por recomposição de salários e qualidade de vida”.

A Associação dos Funcionários do Banco do Brasil conta atualmente com 98 mil associados, conforme documento assinado por Valmir Camilo.

Veja a íntegra do pronunciamento do deputado João Grandão:

 

 

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores

 

 

No ano passado, o setor financeiro lucrou R$ 11,5 bilhões. Em dez anos do Plano Real, seu lucro cresceu 273%, enquanto o reajuste dos salários dos bancários não ultrapassou 155%. Os quatro maiores bancos do país, no primeiro trimestre deste ano, somente com as tarifas, lucraram R$ 5 bilhões. Somente pela sonegação da CPMF, este ano, a Receita Federal autuou oito bancos em R$ 1,25 bilhão sendo que ainda está sendo investigando mais 12 bancos.

Diante deste quadro, a greve dos bancários é justa e reflete a difícil situação em que vive a categoria em todo o país que reivindica 25% de reajuste salarial e PLR de um salário mais R$ 1.200. Em contrapartida os bancos oferecem 8,5% de reajuste e mais R$ 30 para os que recebem até R$ 1.500, uma cesta-alimentação extra, e 80% do salário mais R$ 705,25 de PLR.

Diante da intransigência dos banqueiros em negociar com a categoria a Executiva Nacional dos Bancários decidiu ontem fazer uma contraproposta para a Federação dos Bancos em mais uma tentativa resolver o impasse e voltar ao trabalho. Mesmo com esta flexibilização das negociações os banqueiros insistem em continuar explorando os bancários e, por conseguinte penalizando toda a população brasileira que há mais de vinte dias está sofrendo por causa da precariedade dos serviços oferecidos pelos bancos.

Os mais penalizados são os aposentados e pensionistas que estão sendo receber seus proventos; também sofrem os desempregados que estão na fila para receber o seguro-desemprego; enfim a falta de negociação prejudica de uma forma geral o País que está funcionando pela metade.

Estamos solidários a greve dos bancários de todo o país, pois na condição de ex-presidente do Sindicato dos Bancários de Dourados e região e atualmente diretor licenciado desta entidade, não podemos nos furtar em ir para as ruas, para as portas dos bancos gritar por melhores salários, pelo fim da precarização da mão-de-obra; pelo fim dos lucros abusivos e falta de respeito com os clientes e funcionários.

Esperamos que os banqueiros aceitem negociar dentro dos patamares exigidos pelos bancários para que esta greve chegue a bom termo e que a categoria recupere o valor real de seus salários. Também esperamos que o Governo Federal flexibilize os diálogo para que a greve nos bancos oficiais chegue a um bom termo e por esse motivo estamos solicitando ao ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, que o Governo Lula, que já declarou apoio à greve dos bancários, contribua para a aceleração das negociações com os sindicalistas.

Os bancários e a população brasileiras não podem continuar sofrendo por causa da ganância dos banqueiros que somente provocam cada vez mais o empobrecimento do nosso povo que sofre com as altas taxas de juros e com o péssimo atendimento e com as intermináveis fila.

 

Muito Obrigado

João Grandão (PT-MS) Deputado Federal

Comentários
Veja Também
pupa
Nossa_Lojas
MBO_SEGURANÇA_300
Últimas Notícias
  
ÓTICA_DOURADOS
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.