Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Alunos do ensino médio receberão livros didáticos

20 Dez 2004 - 11h00
Os oito milhões de alunos do ensino médio das redes públicas receberão gratuitamente livros didáticos de português e de matemática, a partir de 2006. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) vai comprar cerca de 20 milhões de livros destas duas disciplinas para distribuí-los aos estudantes desse nível de todo o País. As informações são do diretor de Ações Educacionais do FNDE, Daniel Balaban.

Com a criação, este ano, do Programa Nacional de Livros Didáticos do Ensino Médio (PNLEM), pela primeira vez na história brasileira os alunos do ensino médio serão beneficiados com livros didáticos. Inicialmente, o programa irá atender, de forma experimental, a 1,3 milhão de alunos da primeira série do ensino médio de 5.392 escolas das regiões Norte e Nordeste, que receberão 2,7 milhões de livros das disciplinas de português e de matemática, até o início de 2005.

Também começaram a chegar às 153 mil escolas públicas de ensino fundamental do País, por meio dos Correios, 109 milhões de livros de português, matemática, ciências, história e geografia. Essas obras serão utilizadas pelos 30,8 milhões de estudantes beneficiados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), o maior do mundo.

Dicionários-Em 2006, cada uma das 651.874 turmas dos 17 milhões de alunos de 1a a 4a série receberá dez dicionários. Serão três tipos de dicionários, adequados às séries das crianças: tipo 1, com mil a três mil verbetes, com letras maiores e gravuras; tipo 2, com 3,5 mil a dez mil verbetes, para estudantes que já consolidaram o domínio da escrita; e tipo 3, com 19 mil a 35 mil verbetes, para estudantes mais adiantados. “Os dicionários serão de editoras diversas, com diferentes interpretações. É interessante saber que o dicionário não dá a palavra final, deve ser utilizado como ferramenta de apoio ao processo de aprendizagem”, explica Balaban.

A divisão dos tipos de dicionários foi definida por lexicógrafos e especialistas da Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC), que, durante cinco meses, estudaram melhorias no aproveitamento das obras e a forma do edital da compra. O edital foi publicado dia 16, e a pré-inscrição das obras irá de hoje, 20, até o dia 21 de fevereiro.

Biblioteca-Até o final deste ano, deverá ser publicado o edital para a aquisição de livros do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE), também do FNDE. Um grupo de especialistas, sob a coordenação da SEB, definiu que serão constituídos dois acervos, cada um composto por cem livros. Todas as escolas de educação fundamental receberão, no mínimo, um acervo para a biblioteca. As escolas escolherão qual dos dois acervos desejam.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
RELIGIÃO
Padre é flagrado dando tapa em criança durante batismo