Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Almir Sater se apresenta hoje no Festival América do Sul

25 Set 2004 - 07h44
Almir Sater vai ser o destaque da programação deste sábado, último dia do Festival América do Sul. O show do violeiro campo-grandense será aberto pelo argentino Dante Ledesma e promete encerrar com chave de ouro as apresentações no Porto Geral de Corumbá. O cantor, compositor e instrumentista sul-mato-grossense vem se dedicando nos últimos tempos quase que exclusivamente a fazer shows pelos quatro cantos do País.

Com 10 discos gravados, inúmeras compilações e participações em novelas, Almir é acompanhado há anos pela mesma banda. Os integrantes são: seu irmão Rodrigo Sater (violão seis cordas), Carlão de Souza (violão de 12 cordas), Maestro Luiz Lopes (teclados), Papete (bateria e percussão), Reginaldo Feliciano (contrabaixo) e sua irmã Gisele Sater (backing vocal).

Convidado a fazer uma participação na novela Pantanal, em 1990, Almir acabou projetando-se nacionalmente na pele do personagem Trindade. Com isso, conseguiu levar à mídia dos grandes centros músicas que falam de Mato Grosso do Sul e de temas ecológicos, como Comitiva Esperança (cantada por Sérgio reis), Violeiro Toca (gravada por Renato Teixeira) e Tocando em Frente (ganhou Prêmio Sharp de Música Regional na interpretação de Maria Bethânia).

Após Pantanal, protagonizou a novela Ana Raio e Zé Trovão, na extinta Manchete. O sucesso, no entanto, veio mesmo com O Rei do Gado, novela de Benedito Ruy Barbosa produzida pela Globo em 1996. Na trama, o músico aparecia ao lado de Sérgio Reis como a dupla Pirilampo e Saracura e o disco lançado pelos dois vendeu mais de um milhão de cópias.

Entre as músicas gravadas por Almir Sater aparecem Trem do Pantanal (Geraldo Roca/Paulo Simões) e Sonhos Guaranis (Sater/Simões), composições que estão entre as mais representativas de Mato Grosso do Sul.

Almir Eduardo Melke Sater nasceu em Campo Grande (MS) em 14 de novembro de 1956. Começou a tocar violão aos 12 anos. Foi estudar Advogacia no Rio de Janeiro aos 20 anos e largou a faculdade após encantar-se com uma dupla mineira de violeiros que estavam no Largo do Machado. Voltou para Campo Grande e formou com um amigo a dupla Lupe e Lampião, em que era o Lupe. Em 1979, resolveu tentar a sorte em São Paulo e começou a acompanhar cantoras como Tetê Espíndola e Diana Pequeno, além de integrar o show Vozes & Violas.

Discografia: Almir Sater (1981) / Doma (1982) / Instrumental I (1985) / Cria (1986) / Rasta Bonito (1989) / Instrumental II (1990) / Almir Sater Ao Vivo (1992) / Terra dos Sonhos (1994) / Caminhos me Levem (1997).
 
 
APn

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez
FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher