Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 11 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Alegria é arma da Seleção B na decisão contra a Argentina

23 Jul 2004 - 10h18
O técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, já avisou que não há favoritos na final da Copa América contra a Argentina. Mas ele garante que a responsabilidade está do outro lado, enquanto o Brasil vai usar a alegria como arma.

Perguntado sobre o tema da preleção para o jogo de domingo, o treinador revelou o que dirá aos jogadores: "Aproveitem, desfrutem... Joguem com alegria". Já sobre o lado argentino: "Pode ser que eles tenham mais responsabilidade, mas isso é problema deles".

Parreira está feliz com a resposta dos jogadores brasileiros ao trabalharem sob pressão. Pelo fato de se tratar de uma equipe jovem, ele está muito satisfeito. "Eles estão acostumados a grandes jogos em seus clubes... com uma torcida pequena. Seleção é diferente. O mundo inteiro está olhando e a pressão aumenta muito", lembrou.

Segundo Parreira, a final da Copa América terá em campo duas equipes que se apresnetam de maneiras muito diversas. "Argentinos e brasileiros só se assemelham na tradição e na qualidade, mas a maneira de jogar é totalmente diferente".

O comandante brasileiro comentou ainda um pouco sobre o treinador rival, Marcelo Bielsa: "Ele acredita em uma filosofia de jogo. Joga no 3-4-3, acredita na pressão e faz bem esse trabalho. É uma maneira de se jogar que poucos usam atualmente. Na Eurocopa, apenas três seleções jogaram assim".

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado