Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Alberto volta à Vila sem medo da torcida

5 Out 2004 - 09h09
Autor do primeiro gol nas finais do Brasileirão 2002, que abriu o caminho do Santos para o inédito título brasileiro, o atacante Alberto vive a expectativa de voltar à Vila Belmiro pela primeira vez depois da conquista, e justamente vestindo a camisa do Corinthians, adversário santista naquela oportunidade.

Na reapresentação do elenco do Timão nesta segunda-feira, o jogador não escapou das perguntas sobre o seu ex-clube e o que espera da torcida santista neste reencontro. E não pipocou nas respostas. 'O torcedor é passional e tenho de estar preparado para qualquer coisa. É claro que não espero confetes ou ser aplaudido pela torcida do Santos, mas acredito que serei respeitado por eles', afirmou.

Questionado sobre uma possível 'chuva de chinelos' vinda da arquibancada, como já ocorreu com outros ex-santistas que trocaram a Baixada por uma equipe rival, Alberto comentou: 'Todo mundo que entra na Vila para jogar contra o Santos é vaiado. Não faço idéia do que vai acontecer, mas não penso nisso, pois preciso ficar concentrado. Se as coisas forem boas, vou receber de braços abertos, se não forem, vou esquecer', avisou.

Se depender do apoio de Jô, seu concorrente à camisa nove do Timão, Alberto irá tirar de letra qualquer manifestação contrária ou ofensiva da torcida do Peixe. 'Ele e o Fábio Costa são jogadores experientes, que sabem lidar com a pressão. Os dois não terão problema nenhum em assimilar eventuais vaias', apostou.

Silêncio : Enquanto o atacante Alberto não se importou em comentar o que espera do reencontro com seu ex-time, o goleiro Fábio Costa, que deixou o Peixe pelo Corinthians no início do ano, preferiu se calar. Escolhido pelos jornalistas na votação diária que define os entrevistados, a 'Muralha' não atendeu aos pedidos da assessoria de imprensa, deixando o Parque São Jorge em silêncio.

Nesta terça, véspera do clássico, novamente o torcedor corintiano não poderá ler ou escutar declarações do goleiro sobre sua expectativa para o clássico, pois, segundo sua orientação aos assessores, ele só aceita falar, quando votado, às segundas e sextas-feiras.

 

Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATIMA DO SUL - JULIFRAN
Julifran Restaurante promete chopp grátis a cada gol de Borja sobre Novorizontino
BONITO - MS - AGÊNCIA BONITO ECO TOUR
Faça o que lhe faz bem! Viaje para Bonito MS!
CIUMES
Marido vê foto de outro no celular e agride mulher na cabeça e a joga para fora do carro
ORAÇÕES
Estado de saúde de Cláudia Rodrigues (a diarista) é grave
PAULISTÃO IV
“Hoje foi realmente a estreia do São Paulo”, diz Mancini após vitória
PAULISTÃO III
Carille vê Corinthians abaixo: “Fomos premiados com o empate”
PAULISTÃO II
Com falha e ‘milagre’ de Prass, Palmeiras busca empate com gol de estreante
PAULISTÃO
Santos aproveita falhas do Red Bull e abre boa vantagem no Pacaembu
MOSTRA MONITORAMENTO
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação
CRIME NA MADRUGADA
Mulher é brutalmente assassinada; carro foi visto deixando o local