Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 17 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Agricultura familiar terá R$ 116 milhões em MS

15 Jul 2004 - 09h47
A agricultura familiar - praticada por mini e pequenos produtores rurais - terá verba de mais de R$ 7 bilhões no país. Mato grosso do sul deve receber algo em torno de R$ 116 milhões. O plano safra 2004-2005 será lançado daqui a pouco na capital.

Em entrevista ao Bom Dia MS, o secretário Nacional da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Valter Bianchini, disse que os agricultores familiares são classificados em cinco tipos de, variando de acordo com a renda dos assentados da reforma agrária, agricultores de renda que vão até 60 mil reais. Tem ainda critério de área e também critério de mão de obra, que têm direito de ter até dois empregados permanentes.

Bianchini disse que todos os assentados têm direito ao crédito de R$ 13,5 mil para a fase inicial de investimentos, mas na agricultora familiar o governo ainda não conseguiu atingir a totalidade dos agricultores. Segundo Bianchini, em todo o Brasil são 4 milhões de agricultores familiares, número bastante alto. Já são 1,4 milhão de contratos e pretende-se chegar neste ano a 1,8 milhão de contratos para atingir novas famílias.

O secretário afirmou que nos assentamentos são 400 mil famílias e se espera que todas sejam atendidas, já que crédito inicial é fundamental para que elas possam se estruturar.

Os repasses são, principalmente, de bancos públicos como o Banco do Brasil e cooperativas de crédito, que segundo o entrevistado, têm sido parceiros importantes. Atualmente, contato também com bancos privados para que tenham melhor participação.

Créditos

Os juros para crédito agrícola variam em cinco categorias por critério de renda. Nos assentamentos, os juros são de 1% com subsídio de 50% de rebate ao longo do pagamento. Os agricultores mais pobres, com renda abaixo de R$ 2 mil, os subsídios são de 25% e os juros de 1%. Para os agricultores em transição têm rebate de R$ 200 no custeio e R$ 700 no investimento, com juros de 4%. O grupo D em que a renda vai até R$ 40 mil tem juro de 4%. Já para os agricultores familiares mais tecnificados, com renda renda superior a R$ 60 mil, os juros são de 7,25%.
 
Bom Dia MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos
A CASA CAIU
Mulher acha que marido morreu, busca detetive e descobre traição: 'Agora é ex'
LUTO - IASD
Morre primeiro líder máster de desbravadores investido no Brasil
OVNI OU SATÉLITE?
Objetos não identificados no céu chamam a atenção de moradores
SANGUE FRIO
Homem mata desafeto e continua vendendo picolé nas ruas da cidade
PERIGO DA NARGUILÉ
Jovem contrai doença após fumar narguilé e alerta: 'Abandonem essa porcaria'
100 CULTURA
Escola joga pela janela livros que recebeu como doação
EMPREGADO
Jovem que salvou criança de ataque de pitbull consegue emprego
DINHEIRO NA PRAÇA
Começa hoje o pagamento de abono salarial do PIS-Pasep
ALERTA GERAL
EUA emitem alerta para que turistas evitem visitar cidades de MS e outros locais do Brasil