Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 20 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Agricultura familiar tem R$ 1 milhão para infra-estrutura

4 Ago 2004 - 10h48
Os novos “territórios” para Mato Grosso do Sul destinados a receber verbas e concentrar as ações do Governo Federal para a Agricultura Familiar, vão receber R$ 1 milhão para infra-estrutura neste ano. No Estado foram definidos três “territórios”: Região da Grande Dourados formada por 11 municípios, o Cone-Sul com mais 8 municípios e o terceiro é formado por uma área de Reforma Agrária na Região de Nioaque.

Essa informação foi transmitida pela gerente da Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT) do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) para o Desenvolvimento Territorial em Mato Grosso do Sul, Rosângela Barros, durante o 2º Seminário “A Embrapa Agropecuária Oeste e os Movimentos Sociais: Fortalecendo a Agricultura Familiar", que aconteceu na Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados, empresa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ela disse que essa nova concepção de trabalho é uma orientação do governo federal através do MDA, vem sendo aplicada desde o ano passado e que para conseguir resultados mais efetivos, com a participação dos agricultores familiares, serão otimizados os recursos, respeitando-se as demandas e realidades regionais.

Comentou que antes a verba destinada para a agricultura familiar ia para a Prefeitura e agora estão sendo definidas linhas metodológicas que identificam as prioridades por território. “Antes a mesma política adotada no Rio Grande do Sul valia para o Rio Grande do Norte, e nós sabemos que não deve ser assim”. Agora as ações e os projetos são discutidos e definidos no território de forma participativa.

Os critérios para aplicação dos recursos são diferenciados, cinco deles pelo menos, e respeitam as demandas e identidades regionais. “Isso vai centralizar os recursos e causar melhor impacto econômico, ambiental e social”, comentou a gerente. Além disso, a proposta é continuar incentivando os programas que vêm dando certo, “não é porque mudou o governo que deve mudar a aplicação dos recursos ou os projetos, desde que os mesmos sejam considerados como prioritários para a Agricultura Familiar”, explicou.

A verba de R$ 1 milhão para os novos “territórios” é destinada à viabilização, aquisição de equipamentos, máquinas, enfim em infra-estrutura que venha contribuir com o desenvolvimento territorial.

 

 

MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)