Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Agricultores familiares levam seus produtos a feira no DF

11 Nov 2004 - 07h38
Agricultores familiares de Mato Grosso do Sul participam, a partir desta quinta-feira, no Distrito Federal, da 1ª Feira Nacional de Agricultura Familiar e Reforma Agrária. Promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, o evento termina domingo, em Brasília. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário e o Idaterra (Instituto do Desenvolvimento Agrário, Assitência Técnica e Extensão Rural) estarão mostrando o Programa de Verticalização da Pequena Produção Agropecuária (Prove-Pantanal) e levou para a feira 13 produtores de várias regiões do Estado, que vão mostrar e comercializar os produtos do Prove, incluindo doce de leite, geléias, mel, erva-mate, café, queijo, salame, biscoitos e rapadura. Os agricultores foram acompanhados de técnicos da SDA/Idaterra e da coordenadora do Prove, Ana Cristina Ajalla.

O evento vai reunir mais de 380 expositores (entre produtores rurais, técnicos do governo, movimentos sociais e organizações não-governamentais), em 300 estandes, no pavilhão Expobrasília do Parque da Cidade. É a primeira vez que o governo reserva um espaço para apresentar os resultados e a experiência dos agricultores familiares e assentados da reforma agrária.

Os visitantes terão oportunidade de conhecer melhor as atividades e a vida dos trabalhadores do campo, além de saber mais sobre as políticas públicas, como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para as mulheres, jovens, cooperativas de crédito e agroindústrias.

O público poderá visitar 350 estandes, conhecer e adquirir alimentos preparados artesanalmente ou industrialmente pelos próprios produtores. Está prevista uma roda de negócios com os produtos da agricultura familiar, promovida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae). Os agricultores e assentados, de Norte a Sul do País vão poder participar também de oficinas e trocar experiências.

A agricultura familiar responde hoje por quase 40% de todos os alimentos que chegam à mesa dos brasileiros. Emprega, ainda, sete de cada 10 trabalhadores do campo. Em 2004, o governo federal ampliou os recursos para o Pronaf, de R$ 5,6 bilhões para R$ 7 bilhões, com o objetivo de melhorar a vida do agricultor e acelerar o processo da reforma agrária no País.
 
 
APn

Deixe seu Comentário

Leia Também

FINAL
Saiba qual será o final surpreendente de Apocalipse na Record
ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude