Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 18 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Agepan quer que empresas orientem idosos sobre transporte

18 Ago 2004 - 08h29

Por desinformação ou má orientação dos atendentes das operadoras de transporte, muitos idosos estão errando o procedimento necessário para viajar gratuitamente ou com desconto de Mato Grosso do Sul para outros Estados, conforme garante o Estatuto do Idoso. A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) esclarece:

Ø O benefício da gratuidade ou desconto nas linhas interestaduais é assegurado pela Lei Federal nº 10.741, também chamada “Estatuto do Idoso”, e regulamentado pelos Decretos nº 5.130 e nº 5.155 O Governo Federal, através de seus órgãos competentes, definiu as regras de concessão do benefício e é responsável por sua fiscalização. Quem fiscaliza é a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Ø A Agepan, por meio de convênio com a ANTT, vai auxiliar a fiscalização. Entretanto, não é competência da Agepan fazer cadastramento dos usuários ou emitir qualquer documento para que o idoso possa viajar gratuitamente ou ter desconto nas linhas interestaduais.

Ø Pelo regulamento atual, não é necessário o usuário obter qualquer “carteirinha” de identificação ou documento semelhante na Agepan ou em qualquer outro órgão público.

Ø Para viajar, as pessoas a partir de 60 anos devem ir direto ao balcão da empresa, nos terminais rodoviários, levando um documento de identidade e um comprovante mensal de renda de até dois salários mínimos.  A empresa deve emitir, no ato, o “Bilhete de Viagem do Idoso”. Em nenhuma hipótese o usuário precisa se deslocar até a Agepan.

Ø Os documentos aceitos como comprovante de renda são os seguintes:

§    Carteira de Trabalho e Previdência Social com anotações atualizadas;

§ Contra-cheque de pagamento ou documento expedido pelo empregador;

Carnê de contribuição para o Instituto Nacional de Previdência Social – INSS;

§   Extrato de pagamento de benefício ou declaração fornecida pelo INSS ou outro regime de previdência social público ou privado

§         Documento ou carteira emitida pelas Secretarias Estaduais ou Municipais de Assistência Social ou congêneres.

Ø As Secretarias de Assistência Social das Prefeituras e do Estado têm um papel importante na concessão do benefício. Conforme os decretos nº 5.130 e nº 5.155, um documento emitido pela assistência social é válido como comprovante de renda.

Ø Portanto, o cidadão com 60 anos ou mais, que tem renda mensal igual ou menor que dois salários mínimos e não tem como comprovar esse rendimento deve procurar o órgão de assistência social da Prefeitura de sua cidade ou a Secretaria de Assistência Social do Estado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'