TASS_MOTORS
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
DELPHOS_FULL
3 de Novembro de 2004 13h46

Adriano diz que agressão foi "legítima defesa"

O atacante brasileiro Adriano, da Inter de Milão, pediu desculpas à diretoria, aos torcedores do time e aos seus companheiros pela expulsão, na terça-feira à noite, no estádio San Siro. A informação é do jornal italiano La Gazzetta dello Spoprt

Ele agrediu Marco Caneira, do Valencia, mas fez questão de dizer que foi um gesto de "legítima defesa".

Adriano alegou que tentou se defender do tapa de Caneira, como ele mesmo explicou ao árbitro no final do jogo pela Copa dos Campeões, que terminou empatado sem gols.

"Mas infelizmente o juiz e o bandeira não viram a agressão que sofri. Mas espero que as imagens sirvam para provar que apenas reagi. Errei, mas fui provocado primeiro. Isso nem o Caneira pode negar", concluiu

Mas o brasileiro não precisava nem mesmo ter pedido desculpas para os seus companheiros. Eles foram unânimes em inocentar o atacante.

"Ele foi provocado. Levou primeiro um tapa no rosto. Ninguém, em são consciência, admite que um homem sofra esse tipo de humilhação e não tome nenhuma iniciativa. Ele apenas teve um ato institntivo", disse Dejan Stankovic.

Adriano corre o risco de ser punido pela Uefa por ter agredido Caneira. Por isso, aconselhado por cartolas e colegas, ele se apressou em pedir desculpas.

"Equivoquei-me ao reagir, e a expulsão, a primeira que sofro em minha carreira, dói muito, porque deixei a equipe com um homem a menos em campo", afirmou o jogador brasileiro.

 

 

Terra Redação

Comentários
Veja Também
FORTALEZA
FÁBRICA_CALÇADOS
LOJA_02
Últimas Notícias
  
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.