Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 24 de maio de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Adolescentes não estão se prevenindo contra HIV e gravidez

6 Jun 2007 - 10h53
De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil está ocorrendo um aumento expressivo e contínuo de gravidez na adolescência e de infecção do HIV (Human Immunodeficiency Virus), vírus da aids, em adolescentes em idade cada vez mais precoce. Estes dois fatores revelam a ocorrência de relações sexuais desprotegidas. A idade média para início das relações sexuais, no País, é de 14,5 (homens) e 15,5 (mulheres).
 
Alguns dados referentes à população de 13 a 24 anos têm respaldado as ações de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids) do Ministério. O número de casos acumulados no Brasil, nesta faixa etária, chega a 49.384. Desse total, 28.867 são do sexo masculino e 20.517, do sexo feminino.

  

Proporção de infectados

 

Em Mato Grosso do Sul, dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam um acréscimo relevante de pessoas infectadas com HIV. Atualmente, a proporção entre meninas e meninos de 13 a 19 anos infectados é de 1,2 mulher com Aids para cada homem. Enquanto que a proporção nacional da população como um todo está de dois homens para cada mulher.

 

Conforme a coordenadora do Programa Estadual DST/Aids da secretaria e médica infectologista, Priscilla Oliveira, “o número de mulheres adolescentes e de idosos – acima de 60 anos de idade – infectados está aumentando.”

 

O Estado possui dois hospitais para internação de soropositivos (Universitário e Regional) que contam com 24 leitos ao todo. Campo Grande também tem à disposição 36 leitos divididos entre os Hospitais-Dia: Nova Bahia e Professora Esterlina Corsini.

 

O governo do Estado ainda oferece o Serviço de Atendimento Especializado (SAE) responsável pelo fornecimento de medicamentos aos infectados pelo HIV. Em Mato Grosso do Sul existem nove SAEs localizados nos municípios de Campo Grande (2), Paranaíba, Três Lagoas, Bela Vista, Ponta Porã, Dourados, Corumbá e Aquidauana. A população também conta com as Unidades Dispensadoras de Medicamentos em Jardim e Naviraí.

 

Este ano foi aprovado pelo Ministério e pelo Conselho Estadual de Saúde o investimento de aproximadamente R$ 1,8 milhão a ser aplicado em campanhas de prevenção às DSTs, no tratamento de soropositivos e em treinamentos e capacitação de técnicos da secretaria.

 

Gravidez Precoce

 

De 1991 a 2000, a taxa de fecundidade aumentou em 25% entre meninas de 15 a 19 anos, segundo pesquisa da Unesco. Temendo gravidez, mas sem preocupações com a transmissão de DSTs, os homens estimulam as adolescentes a tomarem anticoncepcional, mas não a usar preservativo.

 

No Estado, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), no período de 1994 a 2004, os casos de gravidez na faixa etária de 15 a 19 anos chegou a 118.478.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FEMINICIDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
'Peguei meu filho e achei que estivesse morto', diz mãe de criança dopada em creche
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Confira o que tá na promoção que vai até este sábado no O Boticário em Fátima do Sul
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Visite Bonito (MS) na baixa temporada, saiba o porquê!
FÁTIMA DO SUL - TRATAMENTO COACH
De Nova Andradina, Vanessa recupera autoestima com tratamento 'Coach' Célia Tenório de Fátima do Sul
CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda
AMOR AO PRÓXIMO
Acidentada e abandonada, idosa é adotada por mulher de 30 anos
TRISTEZA
Morre menina que teve o corpo queimado em tentativa de furto em oleoduto, em Duque de Caxias
CONCORRENCIA
Padre Fabio de Mello reclama de Bradesco na internet e é disputado por concorrentes