Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 23 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Adolescente mata tia com cinco tiros em bairro da Capital

2 Jul 2007 - 09h39

Julia Cavalheiro, 38 anos, foi morta com pelo menos cinco tiros na noite de ontem, por volta das 19 horas, na residência localizada na Rua Antônio Alves, número 6, no Parque Residencial Anhambi, em Campo Grande. Os tiros foram efetuados por um adolescente de 17 anos, sobrinho da vítima.

O adolescente teria atirado em Julia porque ela o acusou de furtar um aparelho de som da sua residência. O jovem revoltou-se coma a acusação e atirou cinco vezes na tia. Julia foi atingida por dois tiros no braço, dois no tórax e um na cabeça.

Segundo informações de testemunhas, os pais do adolescente estavam na casa no momento do crime. O jovem e a tia teriam ficado bebendo juntos durante à tarde quando iniciaram a discussão.

Testemunhas afirmaram ainda que o jovem chamou Julia pela janela. Ela estava na sala e levantou para ver o que o sobrinho queria. Neste momento, ele efetuou os disparos e fugiu. A Polícia ainda não localizou o adolescente, mas já tem sua identificação.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DOS PAIS
Confira o PACOTE do Dia dos Pais em um resort incrível, o Campo Belo Resort
LUTO NO ESPORTE
Aos 78 anos, morre em São Paulo o jornalista esportivo Juarez Soares
CRIMINOSO FRIO
Padrasto dá detalhes de como estuprou e matou enteada de nove anos
LUTO NA EDUCAÇÃO
Aos 51 anos professora sofre infarto fulminante em sala de aula
ASSASSINATO
Jovem é morta a tiros dentro de casa na frente dos filhos de 6 e 8 anos em MT
ABONO SALARIAL
Mais de 290 mil têm direito a sacar o PIS calendário 2019/2020 em MS
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem que se jogou da ponte foi encontrado por pescador
MUITO TRISTE
Adolescente perde luta para o câncer e comove toda cidade
TRAGÉDIA
Neto de empresário de transportes morre atropelado por funcionário
CRUELDADE
Criança que estava desaparecida é encontrada morta. Padrasto confessou o crime