Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Adesivo com campanha "Aécio-2010" já circula pelas ruas

11 Ago 2007 - 09h52
O primeiro "material de campanha" para a disputa presidencial de 2010 já está nas ruas. "O Brasil tem jeito. Neto de peixe peixinho é. Aécio 2010, presidente" são os dizeres de um adesivo para carros distribuído já em vários Estados.

A assessoria do governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), disse que desconhecia o fato. O responsável pela confecção de 50 mil desses adesivos é o presidente do Sindipa (Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Ipatinga), Luiz Carlos de Miranda Faria, dirigente nacional da Força Sindical e vice-presidente do PDT-MG.

O adesivo leva a marca do sindicato e da central sindical, mas Miranda disse que o Sindipa, a Força e o PDT "não têm responsabilidade" sobre isso. "É uma idéia minha como pessoa física", disse ele.

Miranda afirma que colocou as identificações das duas entidades para que as pessoas saibam quem é ele. "Se eu colocasse só Luiz Carlos de Miranda ninguém ia saber quem é."

Além de Minas, o adesivo já foi distribuído no Paraná, Amazonas, Ceará e Goiás, locais onde o sindicalista participou de reuniões e encontros sindicais. Nessas viagens, ele levou também uma faixa de 4 m de comprimento por 1,80 m de altura, reproduzindo o adesivo.

"Precisamos de um governante que não pense só no próprio umbigo. Vejo no Aécio um estadista, como seu avô [Tancredo Neves]."

Miranda disse que bancou quase todo o custo dos adesivos, mas teve ajuda de alguns amigos. Gastou até agora cerca de R$ 9 mil. Ele já está pensando na segunda remessa de adesivos.

A Lei Eleitoral só autoriza campanha a partir do registro da candidatura homologada em convenção partidária. A lei estabelece 6 de julho do ano do pleito como prazo para início das campanhas.

Segundo a assessoria do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Minas, em tese, propaganda eleitoral antes de 6 de julho pode ser interpretada pelo juiz como propaganda extemporânea. Eventual julgamento dependeria da análise do Ministério Público Eleitoral.

O PSDB-MG sabia do adesivo. Segundo o presidente da legenda, deputado federal Narcio Rodrigues, há cerca de 15 dias o PSDB tomou conhecimento do adesivo e fez, então, uma notificação judicial ao Sindipa. O objetivo foi alertar para a precipitação eleitoral, para evitar uma eventual punição ao partido ou ao próprio Aécio.

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos