Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 15 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Adesivo com campanha "Aécio-2010" já circula pelas ruas

11 Ago 2007 - 09h52
O primeiro "material de campanha" para a disputa presidencial de 2010 já está nas ruas. "O Brasil tem jeito. Neto de peixe peixinho é. Aécio 2010, presidente" são os dizeres de um adesivo para carros distribuído já em vários Estados.

A assessoria do governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), disse que desconhecia o fato. O responsável pela confecção de 50 mil desses adesivos é o presidente do Sindipa (Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Ipatinga), Luiz Carlos de Miranda Faria, dirigente nacional da Força Sindical e vice-presidente do PDT-MG.

O adesivo leva a marca do sindicato e da central sindical, mas Miranda disse que o Sindipa, a Força e o PDT "não têm responsabilidade" sobre isso. "É uma idéia minha como pessoa física", disse ele.

Miranda afirma que colocou as identificações das duas entidades para que as pessoas saibam quem é ele. "Se eu colocasse só Luiz Carlos de Miranda ninguém ia saber quem é."

Além de Minas, o adesivo já foi distribuído no Paraná, Amazonas, Ceará e Goiás, locais onde o sindicalista participou de reuniões e encontros sindicais. Nessas viagens, ele levou também uma faixa de 4 m de comprimento por 1,80 m de altura, reproduzindo o adesivo.

"Precisamos de um governante que não pense só no próprio umbigo. Vejo no Aécio um estadista, como seu avô [Tancredo Neves]."

Miranda disse que bancou quase todo o custo dos adesivos, mas teve ajuda de alguns amigos. Gastou até agora cerca de R$ 9 mil. Ele já está pensando na segunda remessa de adesivos.

A Lei Eleitoral só autoriza campanha a partir do registro da candidatura homologada em convenção partidária. A lei estabelece 6 de julho do ano do pleito como prazo para início das campanhas.

Segundo a assessoria do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Minas, em tese, propaganda eleitoral antes de 6 de julho pode ser interpretada pelo juiz como propaganda extemporânea. Eventual julgamento dependeria da análise do Ministério Público Eleitoral.

O PSDB-MG sabia do adesivo. Segundo o presidente da legenda, deputado federal Narcio Rodrigues, há cerca de 15 dias o PSDB tomou conhecimento do adesivo e fez, então, uma notificação judicial ao Sindipa. O objetivo foi alertar para a precipitação eleitoral, para evitar uma eventual punição ao partido ou ao próprio Aécio.

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos