Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 18 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

ACM: Lula não precisaria dar tanto espaço a aliados

4 Abr 2007 - 14h38

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu na manhã de hoje, no Palácio do Planalto, um de seus principais rivais políticos, o senador dos Democratas (ex-PFL), Antônio Carlos Magalhães (BA). Durante o encontro, que durou cerca de 1 hora e 30 minutos, o cacique baiano também aproveitou para dar conselhos ao presidente Lula e deu a entender que não concorda com o modo como o presidente age com os seus ministérios, cedendo muito espaço a seus aliados.
"Eu disse a ele que um presidente que ganha com 20 milhões de votos de diferença, na minha opinião, não precisa se submeter a ninguém, a nenhum partido político", disse Antonio Carlos Magalhães.

A visita dá início à estratégia de Lula de tentar uma aproximação com as principais lideranças da oposição no Senado. ACM, que considerou o encontro "muito útil" confirmou que pode ser uma das pontes entre o Planalto e os parlamentares.

Em relação à aproximação de seu partido com Lula, o senador baiano disse que conversará sobre o assunto antes com sua bancada. Lula mantém um diálogo com a oposição, pois acredita que depois de consolidar a base aliada em torno de uma coalizão de governo precisa "dar o passo seguinte".

"O presidente quer o entendimento com todas as forças que queiram ajudá-lo e eu vou conversar com os meus colegas. Ele disse que gostaria de conversar com todos aqueles, adversários ou não, como se fossem do próprio PT... E eu acho que é possível esse diálogo com a oposição", disse ACM.

O senador disse ainda que o presidente Lula pediu o apoio para a aprovação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), da Reforma Política e de projetos que vislumbram o Nordeste.

O encontro também foi uma forma de retribuição a visita feita por Lula no começo de março, quando o senador estava internado. ACM disse que a conversa foi "muito simpática e amigável" e chegou a jurar que o presidente não fez nenhuma crítica a declarações no Plenário. O assunto crise aérea também não estava na pauta, confirmou o senador.

 

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido