Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

ACM diz não levar a sério pedido de expulsão do PFL

14 Set 2004 - 17h42
O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) recebeu com descaso e ironia a notícia de que foi pedida abertura de processo contra ele à presidência do PFL, pelo deputado Onyx Lorenzoni (PFL-RS), cobrando sua expulsão da legenda.

"Não sei se vou apresentar defesa. Não estou levando este assunto a sério", disse ACM.

Sobre o congressista gaúcho que apresentou a queixa contra ele, ACM foi ainda mais irônico. "Não conheço bem quem pediu minha expulsão. Sei que é um candidato que não está bem nas pesquisas [à Prefeitura de Porto Alegre] e que certa feita me ofereceu aqui uma lingüiça especial de sua terra. É o único conhecimento que tenho do deputado, qual é o nome mesmo? Onyx Lorenzoni", disse.

ACM afirma que não infringiu nenhuma regra partidária ao participar do jantar promovido ontem pelo presidente Lula com ministros e senadores de oposição e debochou das críticas feitas ao evento.

"Acho que uma pessoa janta onde quer, na casa de quem quer. Isto tem sido feito por todos os parlamentares, incluindo o líder do meu partido, senador José Agripino (RN), que janta com ministros."

ACM afirmou ainda que "não fiz nada além do que outras lideranças do PFL e de outros partidos fazem. Isto é coisa normal. Aqueles que não estão habituados com a vida democrática, principalmente os perdedores que não entendem o que os vitoriosos fazem".

Ele negou que esteja "cooptando" parlamentares para o governo. "Não sou homem de cooptar nem de ser cooptado", disse.

O senador afirmou que sua intenção era de apenas "acabar com a radicalização, tanto do governo quanto do PFL" e garantiu que não tem intenção de deixar a legenda. Segundo ele, apesar de não poder falar em nome de todos os presentes no jantar de ontem, os senadores que estiveram no encontro estão, de modo geral, insatisfeitos com o fato de estarem na oposição.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai