Menu
SADER_FULL
sábado, 26 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Acidente envolve três veículo em Deodápolis

23 Jul 2004 - 17h49

Um acidente envolvendo três veículos aconteceu por volta das 16 horas de hoje, no trecho da rodovia BR 376, que liga as cidades Deodápolis e Ivinhema, um dos cruzamentos mais perigosas de Mato Grosso do Sul. No local, o veículo Ford/KA, preto, com placas HRP 8116, de Nova Andradina, bateu frontalmente contra veículo Fiat/Palio Weekend, com placas HSC 6266, de Dourados. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, que está no local socorrendo as vítimas, não houve vitimas fatais. O Ford/Ka, estava sendo dirigido por uma mulher, mas quando foi ultrapassar um caminhão carregado com bebidas e não conseguiu completar a manobra. Com as informações do site Dourados News a ultrapassagem estava sendo feita em lugar proibido. O Fiat Strada, de cor branca, com placas HRW 6051, de propriedade da empresa Cergrand de Dourados, dirigido por Ailton Braga da Silva vinha logo atrás e não conseguiu frear a tempo e colidiu com o Fiat Strada. O motorista nada sofreu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
FÁTIMA DO SUL - CARREATA DOS CAMINHONEIROS
Caminhoneiros preparam carreata e conclamam o comércio para que fechem as portas em Fátima do Sul
COPA DO MUNDO
Dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo não serão feriado
FÁTIMA DO SUL - PROTESTOS CONTINUAM
Bloqueios continuam e caminhoneiros convocam população para 'Parar Fátima do Sul'
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível
TRABALHO ESCRAVO
Ministério do Trabalho resgata 15 trabalhadores de situação degradante