MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 21 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
9 de Agosto de 2004 10h18

Acidente em usina nuclear deixa 4 mortos no Japão

Um vazamento em uma usina nuclear japonesa matou quatro trabalhadores na segunda-feira, segundo funcionários de um hospital. As autoridades disseram, no entanto, que nenhuma radiação escapou no acidente, o pior em número de mortes já ocorrido em uma instalação nuclear no país.

Várias pessoas ficaram feridas, algumas em estado grave, de acordo com autoridades.

O acidente -- que aconteceu no aniversário da explosão da bomba atômica, em 1945, na cidade de Nagasaki-- deve aumentar a desconfiança dos cidadãos japoneses em relação à indústria nuclear do país. O Japão depende desse tipo de usina para obter um terço de sua energia.

"O vapor que vazou não continha materiais radioativos... Recebemos um relatório dizendo que não há impacto de radiação no ambiente ao redor", disse um funcionário da Agência de Segurança Industrial e Nuclear em uma entrevista à imprensa.

O vazamento aconteceu em um prédio que abriga as turbinas do reator número 3 da usina nuclear de Mihama, em Fukui, 320 quilômetros a oeste de Tóquio.

A companhia que administra a planta, a Kansai Electric Power Co. Inc., disse que fechou a unidade de geração nuclear de 826.000 kilowatts que está na instalação e afirmou que ainda não sabe quando ela será ligada de novo.

"Estamos investigando a causa (do vazamento)", disse um funcionário da Kansai Electric.

O acidente aconteceu às 3h30 da manhã (2h30 horário de Brasília). Alguns empregados acabavam de entrar no local para tomar medidas e preparar a usina, que seria fechada para manutenção, segundo a rede de televisão NHK.

A temperatura do vapor que vazou era provavelmente de 200 graus Celsius, segundo reportagens da mídia local.

O governo de Fukui disse que a causa do acidente será investigada, mas um porta-voz do Ministério do Comércio disse a repórteres que o reator nuclear central da planta não apresentava problemas técnicos.

O primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, disse que não sabe detalhes do acidente. "Mas eu acho que devemos fazer o melhor para investigar as causas, para prevenir que isso se repita e para implementar medidas de segurança", disse ele a jornalistas.

O PIOR ACIDENTE DESDE TOKAIMURA

O pior acidente em uma instalação nuclear no Japão aconteceu na planta de processamento de urânio em Tokaimura, ao norte de Tóquio, no dia 30 de setembro de 1999. Três empregados mal-treinados acionaram uma reação nuclear descontrolada em cadeia, e o vazamento de radiação matou dois trabalhadores e obrigou a retirada de centenas de moradores.

Em um incidente separado, nesta segunda-feira, a Tokyo Electric Power Co. (TEPCO), maior produtora de energia do país, disse que tinha fechado uma unidade de geração nuclear em sua planta de Fukushima-Daini devido a um vazamento de água.

Em abril de 2003, a TEPCO foi obrigada a fechar temporariamente todas as suas 17 usinas nucleares depois de admitir que tinha falsificado documentos de segurança por mais de uma década. Essas revelações minaram a confiança popular na indústria nuclear no país.

Várias cidades no Japão realizaram referendos nos últimos anos e votaram contra a construção de mais usinas nucleares.

A de Mihama foi a primeira construída pela Kansai Electric. O reator número 1 começou a funcionar em 1970.

Um operador do mercado de petróleo em Tóquio disse que o acidente não deve ter impacto na demanda ou nos preços do petróleo porque a Kansai normalmente utiliza gás liquefeito de petróleo como uma fonte alternativa quando suas plantas estão fechadas.

 

Reuters

Comentários
Veja Também
FORTALEZA
Nossa_Lojas
MBO_SEGURANÇA_300
Últimas Notícias
  
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.