SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 20 de Janeiro de 2018
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
6 de Setembro de 2013 17h48

Abilio deixa Pão de Açúcar e acaba conflito com Casino

Folha

O empresário Abilio Diniz decidiu deixar a presidência do conselho do Pão de Açúcar, empresa fundada por sua família. A saída coloca fim a disputa com o sócio francês Casino, uma das mais ruidosas da história do capitalismo brasileiro.

Abílio vai trocar suas ações ON (ordinárias, com direto a voto) pelo equivalente a 7% das ações PN (sem voto) da empresa. O empresário se mantém como acionista do Pão de Açúcar, mas não terá mais qualquer ingerência na administração.

O acordo selado tem três pontos principais: a saída de Abilio da presidência do conselho, a revogação do acordo de acionistas e o fim da holding Wilkes, e a desistência de todas as disputas judiciais que os dois lados travam.

Segundo a Folha apurou, o empresário conseguiu melhorar um pouco as condições de sua saída da empresa. Pelo acordo de acionistas, cada ação ON de Abilio valeria apenas 0,91 PN. A troca foi na proporção de 1 por 1.

Os dois conselheiros indicados por Abilio Diniz também vão renunciar. São eles: Luiz Fernando Figueiredo, sócio da Mauá Investimentos e ex-diretor do Banco Central, e Modesto Carvalhosa, que substituiu Claudio Galeazzi.

Abilio vendeu uma fatia do Pão de Açúcar, empresa fundada por seu pai, ao varejista Casino em 2006. O acordo previa que os franceses assumiriam o controle do grupo brasileiro em 2012.

Em 2011, Abilio tentou articular a compra das operações do Carrefour no Brasil pelo Pão de Açúcar. O negócio diluiria o Casino, que poderia perder o controle da empresa.

Os franceses reclamaram que não tinham sido avisados e começou uma ruidosa disputa societária. O BNDES, que financiaria a compra do Carrefour, retirou o apoio ao negócio.

Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
MBO_SEGURANÇA_300
SADER_LATERAL
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.