Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

28% dos jovens no campo ainda são analfabetos

7 Out 2004 - 09h29
A população rural brasileira foi reduzida em mais de um terço nos últimos 30 anos, enquanto o número de crianças do campo matriculadas no ensino fundamental cresceu 21%. No entanto, apesar dos avanços, as diferenças educacionais mostram que a área rural ainda é um mundo muito diferente da cidade.

Dados analisados pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Pesquisas em Educação (Inep) mostram que 28% dos jovens acima de 15 anos no campo ainda são analfabetos – dois terços a mais do que o índice registrado nas cidades.

A escolaridade dos jovens no campo, apesar de ter mais do que dobrado nos últimos 30 anos, ainda é a metade da população urbana.

Na cidade, em média, a população tem 7 anos de estudo. No campo, 3,4 anos. A distorção idade-série chega, no campo, a 65% das crianças matriculadas, enquanto na cidade é de 50%.

Mais escolas

Apesar de concentrar mais da metade das escolas brasileiras – 97 mil de 169 mil existentes –, as escolas rurais deixam a desejar em termos de qualidade e até mesmo quantidade do atendimento.

A metade delas ainda é de uma sala, e 64% são multisseriadas - onde ficam concentrados estudantes de várias séries na mesma sala – e com apenas uma professora.

Para piorar a situação, boa parte dos professores que ensinam no campo tem formação inadequada. Apenas 9% completaram o ensino superior.

"Geralmente os professores com formação inadequada permanecessem nas escolas pequenas enquanto completam sua formação, quando então pedem transferência para a cidade, onde os salários são maiores", diz um estudo preparado pelo grupo permanente de educação do campo do Ministério da Educação.

Pré-escola e Ensino Médio

O estudo mostra que o atendimento na pré-escola e no ensino médio está muito abaixo do que deveria. A oferta de vagas para as crianças de 4 a 6 anos é de apenas 25% da necessidade.

No Ensino Médio, a situação é ainda pior: apenas 4,5% dos estudantes que precisam encontram vagas. O censo escolar de 2002 mostrou que 94% dos estudantes do ensino médio que moram na área rural estudam nas cidades e usam algum tipo de transporte escolar.

Em muitos casos, essa situação leva à evasão escolar ou a migração para a cidade. O Censo do IBGE de 2000 encontrou 690 mil adolescentes entre 15 e 24 anos vindos no campo morando nas cidades brasileiras.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho