Menu
SADER_FULL
quarta, 15 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

28% dos jovens no campo ainda são analfabetos

7 Out 2004 - 09h29
A população rural brasileira foi reduzida em mais de um terço nos últimos 30 anos, enquanto o número de crianças do campo matriculadas no ensino fundamental cresceu 21%. No entanto, apesar dos avanços, as diferenças educacionais mostram que a área rural ainda é um mundo muito diferente da cidade.

Dados analisados pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Pesquisas em Educação (Inep) mostram que 28% dos jovens acima de 15 anos no campo ainda são analfabetos – dois terços a mais do que o índice registrado nas cidades.

A escolaridade dos jovens no campo, apesar de ter mais do que dobrado nos últimos 30 anos, ainda é a metade da população urbana.

Na cidade, em média, a população tem 7 anos de estudo. No campo, 3,4 anos. A distorção idade-série chega, no campo, a 65% das crianças matriculadas, enquanto na cidade é de 50%.

Mais escolas

Apesar de concentrar mais da metade das escolas brasileiras – 97 mil de 169 mil existentes –, as escolas rurais deixam a desejar em termos de qualidade e até mesmo quantidade do atendimento.

A metade delas ainda é de uma sala, e 64% são multisseriadas - onde ficam concentrados estudantes de várias séries na mesma sala – e com apenas uma professora.

Para piorar a situação, boa parte dos professores que ensinam no campo tem formação inadequada. Apenas 9% completaram o ensino superior.

"Geralmente os professores com formação inadequada permanecessem nas escolas pequenas enquanto completam sua formação, quando então pedem transferência para a cidade, onde os salários são maiores", diz um estudo preparado pelo grupo permanente de educação do campo do Ministério da Educação.

Pré-escola e Ensino Médio

O estudo mostra que o atendimento na pré-escola e no ensino médio está muito abaixo do que deveria. A oferta de vagas para as crianças de 4 a 6 anos é de apenas 25% da necessidade.

No Ensino Médio, a situação é ainda pior: apenas 4,5% dos estudantes que precisam encontram vagas. O censo escolar de 2002 mostrou que 94% dos estudantes do ensino médio que moram na área rural estudam nas cidades e usam algum tipo de transporte escolar.

Em muitos casos, essa situação leva à evasão escolar ou a migração para a cidade. O Censo do IBGE de 2000 encontrou 690 mil adolescentes entre 15 e 24 anos vindos no campo morando nas cidades brasileiras.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante
NOVELA DA RECORD
Herodíade diz que foi agarrada por Batista e Joana a chama de mentirosa.
ESTUPRO VULNERÁVEL
Criança desabafa com amiga de classe que era estuprada por padrasto; ele está foragido
CABRA MACHO
Exigência de masculinidade: edital de concurso da PMPR causa polêmica
FAMOSIDADES
Silvio Santos reclama da filha: 'Patrícia não faz nada e ganha um belo salário'
BELEZA
Piauiense que venceu Miss Brasil Mundo 2018 diz que já passou fome e teve preparação forte
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Beto pede separação a Karola e vilã finge aceitar