Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

170 armas já foram entregues à PF no Estado

23 Jul 2004 - 07h30
O governo federal está oferecendo dinheiro para quem entregar armas de fogo, como parte da campanha de desarmamento iniciada no fim da semana passada. Nesta primeira semana do início da campanha, só em Campo Grande foram entregues 170 armas, de vários tipos e calibres. Os donos vão receber, dentro de 30 dias, a partir da devolução, valores que variam entre R$ 100,00 e R$ 300,00.

A orientação da Polícia Federal para quem tem uma arma e quer devolver é que a pessoa primeiro pegue uma guia para poder andar com o objeto. Essa medida evita que a pessoa seja presa por porte ilegal. Isso por que o estatuto do desarmamento agora restringe o porte a pessoas que trabalham na área de segurança ou que estejam sofrendo ameaça à integração física.

Uma portaria baixada ontem prevê que outros órgãos possam receber as armas, entre eles a polícia civil dos estados. Para isso, é preciso que seja firmado um convênio entre a Polícia Federal e essas entidades. Em Mato Grosso do Sul, ainda não há qualquer definição nesse sentido.
 
Bom Dia MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - FINAL DA LIBERTADORES
Restaurante Julifran vai ter Flamengo e River Ao Vivo com promoção de chopp em Fátima do Sul
TRISTEZA
Polícia 'envelhece' foto de criança desaparecida há dez anos e emociona mãe; veja vídeo
ECONOMIA BRASILEIRA
O que se pode esperar da economia brasileira no futuro?
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Jô e Régis viajam pelo Brasil como missionários
ACIDENTE DO GUGU
Filho de Gugu é amparado na porta de hospital e mulher do apresentador passa mal, diz TV
ARTILHARIA
'Minha vida virou um inferno depois da eleição de Witzel', diz Bolsonaro
NA LUTA PELA VIDA
Assessoria nega morte e diz que Gugu está na UTI
ENTÃO!!!
Galvão Bueno teria provado 'Viagra Natural' horas antes de passar mal
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Como cuidar da pele no verão?, O Boticário te ajuda, confira
POLITICA NOVA
Candidatos de novo partido podem ficar de fora das eleições